Ser o coração temporário de alguém, reencontrar a beleza não revelada, enxergar além dos olhos. Essa é a paixão da minha vida! Como já disse Deepak Chopra, somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos. Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles. Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, principalmente por si mesmo, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.
A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolonga a vida. Portanto, poder exercer uma profissão que contribui para elevar a autoestima do próximo, por meio da beleza e leveza, me faz sentir importante ao Universo. Assim deve ser. Assim devemos exercer uma profissão, com amor, paixão e a certeza de acrescentar algo positivo ao próximo.
Esta realização pessoal e profissional devo à Biomedicina, profissão que escolhi há mais de vinte anos e que até hoje me traz surpreendente evolução.
Ainda me recordo, quando me habilitei em Análises Clínicas. Resolvi partir para a área de Banco de Sangue, fiz estágios na FUNDAP onde ganhei experiência e conhecimento. Foi quando iniciei minha carreira, trabalhando com o Dr. Carlos Sauaia, no banco de Sangue do Hospital São Lucas, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Recebi a notícia que seria promovida à gerente da unidade do Banco de Sangue em Guarulhos, onde trabalhei durante 2 anos consecutivos. Logo em seguida, me foi confiada a Unidade de Santos e assumi o cargo de Supervisora do Banco de Sangue. Atendia mais de 600 transfusões por mês em três hospitais da cidade de Santos. Era uma correria e tanto, mas muito satisfatória.
Em pouco tempo, fui convidada à dar aulas de Banco de Sangue na Faculdade de Medicina de Santos, local e instituição onde estava realizando o Mestrado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de Santos.
A partir daí, me interessei pela área da Estética e lutei para que nossa classe pudesse exercer os procedimentos para tal finalidade, pois vislumbrava a capacidade e competência de nossa área para realizar os procedimentos da Saúde Estética. Em 10 de Outubro de 2010, em defesa da Biomedicina Estética como área de atuação legítima do biomédico, mediante todos os membros do CFBM e biomédicos envolvidos com a causa, obtive a aceitação, quase que unânime, para que a Biomedicina Estética se estabelecesse como a 36ª habilitação dos biomédicos.
Porque estou contando toda esta história? Para dizer que sou grata à minha profissão. Foi por meio dela que consegui chegar até aqui, trazendo muitas conquistas, sem as quais não teria alcançado se não fosse a Biomedicina. Tenho muito orgulho de todos nós, Biomédicos e, hoje, é nosso dia de comemorar o espaço que nossa profissão alcançou, a dimensão e importância que conquistamos na Biomedicina Estética, como o título de referência Internacional.
Um abraço à todos profissionais da Biomedicina e da Biomedicina Estética.
Drª Ana Carolina Puga – Presidente da Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here