O Conselho Federal de Medicina divulgou ontem uma nota se posicionando sobre o projeto de lei do senado 350/2014, que pretende revogar artigos na lei 12.842/2013, que ficou mais famosa como a Lei do Ato Médico. Isso nos mostra que o próprio Conselho Federal de Medicina não está de acordo com esse novo projeto de lei que pretende ressuscitar o Ato Médico.

A nota divulgada no site do CFM diz que para o Conselho “a lei do Ato Médico, em interpretação coerente com o Princípio da Legalidade, reserva exclusivamente ao médico o diagnóstico e o tratamento das doenças. Portanto, é suficiente aos mais legítimos anseios da classe médica e da sociedade”.

O CFM ainda frisou que agora não é um momento oportuno para colocar em pauta legislativa qualquer revisão ou mudança na Lei do Ato Médico.

Para acessar o conteúdo completo emitido ontem à tarde pelo CFM basta clicar aqui.

Ontem já fiz a todos o convite para votarem contra a PLS 350/2014. Aproveito para chamar todos novamente para votarem na Consulta Pública. Mesmo com esse posicionamento do CFM, vamos continuar votando contra para demonstrar que não estamos de acordo com esse novo Projeto de lei. Para se manifestar contra basta clicar aqui.

 

SHARE
Previous articleConselho Nacional de Saúde se manifesta contra o Ato Médico
Next articleAplicação de Botox no Dj Diego Falleiros

CRBM: 5589 – Biomédica Esteta
Ana Carolina Puga é brasileira, de Sertãozinho-SP, cidade do interior de São Paulo, mãe de uma linda filha e Mãe da Biomedicina Estética. Após ter ingressado no curso de Biomedicina pela Barão de Mauá, foi convocada a fazer Medicina na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-SP, porém, decidiu-se pela Biomedicina, profissão pela qual trilha uma brilhante carreira e deixando sua marca sempre por onde passa, formando-se como uma das 2 melhores alunas de Biomedicina da turma daquele ano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here